Um dos idealizadores do projeto com Eva Schul, Eduardo Severino é assistente de direção de Levanta, sacode a poeira dá a volta por cima, além de compor o grande elenco de artistas.

Bailarino, professor e referência na cena cultural, desenvolve projetos de intercâmbio entre artistas da América Latina. Integra o Núcleo artístico principal da Eduardo Severino Companhia de Dança, que completou 20 anos de trabalho ininterrupto em 2020.

Por doze anos, administrou a Sala 209 no Projeto Usina das Artes, espaço referência em produção de dança contemporânea em Porto Alegre, e idealizou a Mostra Movimento e Palavra, que está em sua 14° edição. Recebeu diversas prêmios, inclusive nacional, como: Prêmio Açorianos de Dança, como bailarino e coreógrafo; Prêmio Braskem em Cena, como bailarino; Rumos Itaú Cultural Dança, como criador/intérprete, e o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna, para montagem e circulação. Participou do American Dance Festival, como coreógrafo residente, convidado pela Fundação Vitae.