Bailarina-pesquisadora convidada (sem remuneração)

Formada em danças moderna e contemporânea com Cecy Franck, Daggi Donrnelles, Eva Schul,
@suziweber2002 traz no currículo inúmeras imersões em Contato Improvisação e técnicas somáticas, com destaque à experiência com Sylvie Fortin (Canadá), e trabalhos com coreógrafos de renome, entre eles: Andréia Druck, Cecy Frank, Daggi Dornelles, Eva Schul, Isabel Beltrão e Tatiana da Rosa.

Nos anos 1980, participou do grupo de dança Choreo, dirigido por Cecy Frank, e, 1990, do Ballet Redenção, de Isabel Beltrão. Ainda década de 1990, integrou o coletivo de bailarinas e músicos Haikai Dança & Performance, e, entre 2002 e 2004, o coletivo Artéria. Como coreógrafa, destaque para “Ópera Dido e Enéas”, com direção do maestro Tiago Flores e coral AABB, e o filme “Vênus”, de Cássio Topolar. Importante falar também da parceria com Mônica Dantas, onde atuou como assistente de direção do projeto “Dar Carne a Memória II” (2010), uma reposição coreográfica das obras de Eva Schul.

Difusora e bailarina de festivais de Contato Improvisação no Brasil e exterior, estudou com Andrew Harwood, Nancy Stark Smith e Ray Chang, entre outros. Como atriz, trabalhou com os diretores com Ângel Palomero, Luciano Alabarse, Luiz Paulo Vasconcellos, Mima Lunardi, Nazaré Cavalcanti, Sérgio Silva e Zé Adão Barbosa. Em 2013 e 2016, chamou a atenção na intervenção urbana intitulada “Cidade Proibida”, de Patrícia Fagundes.

Professora e pesquisadora da UFRGS, no Departamento de Teatro e no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, Suzi é PhD em Estudos e Práticas das Artes pela Université du Quebéc à Montréal (2010) e mestre em Ciências do Movimento Humano (1999). Realizou estágio de pós-doutorado no Centre for Dance Research/Coventry University (Reino Unido) e tem publicado os processos e resultados de suas pesquisas em eventos e periódicos nacionais e internacionais.